17
Jul
2019

O tempo tem tirado o melhor da sua fé?

Vinte e quatro anos se passaram desde que Abraão recebeu de Deus a promessa de torná-lo grande. Ele já tinha quase cem anos, no entanto, continuava sendo o mesmo homem que era quando ouviu e obedeceu a voz de Deus pela primeira vez. Ele enfrentou muitas situações e dificuldades durante esses anos, mas sempre manteve a mesma fé em Deus.

“E levantou os seus olhos, e olhou, e eis três homens em pé junto a ele. E vendo-os, correu da porta da tenda ao seu encontro e inclinou-se à terra.” (Gênesis 18:2)

Note como Abraão correu em direção aos anjos de Deus que foram ao seu encontro. Ele os recebeu e apressou-se em dar-lhes a melhor refeição que podia. Depois disso, Deus confirmou a Abraão que ele finalmente seria pai de um filho.

Quando estamos no começo da nossa fé, tudo é novo. As primeiras orações e experiências com Deus são sempre memoráveis. Na verdade, o começo de qualquer coisa que fazemos é sempre a parte mais empolgante. No entanto, com o passar do tempo essa empolgação desaparece, porque as coisas deixam de ser novidade. Mas a fé de Abraão não se desgastou. Como comparação, podemos mencionar seu sobrinho, Ló, que caminhou com ele desde sua partida de Harã.

“E ao amanhecer os anjos apertaram com Ló, dizendo: Levanta-te, toma tua mulher e tuas duas filhas que aqui estão, para que não pereças na injustiça desta cidade. Ele, porém, demorava-se…” (Gênesis 19:15-16)

Enquanto Abraão estava pronto para correr e fazer a vontade de Deus, Ló hesitou e permaneceu. Ele acreditava em Deus, mas sempre colocou seus interesses pessoais em primeiro lugar, e é por isso que seu legado é de ruína e vergonha.

Quantas pessoas começaram sua jornada de fé como Abraão, mas acabaram como Ló? O tempo diminuiu sua fé porque eles se deixaram levar pela novidade de fazer algo significativo com suas vidas. O que eles deveriam realmente ter feito é buscar estar sempre prontos para obedecer a Deus, independentemente do que estava acontecendo ao seu redor. Esse era o segredo de Abraão e é por isso que ele sempre permaneceu forte em sua fé.

As perguntas que todos devemos fazer a nós mesmos são: Será que tenho estado pronto(a) para servir a Deus com alegria, ou tenho apenas me arrastado? Será que tenho sido uma inspiração para os outros, ou as pessoas olham para mim e perguntam: “Ele / ela costumava estar na fé?” Será que tenho sido uma pessoa de fé, como Abraão, ou uma pessoa sem fé, como Ló?

Leave a Reply