2
Jul
2019

“Eu priorizei Deus antes de entrar em um relacionamento”

“Eu costumava assistir tanta pornografia que tinha uma imagem distorcida das mulheres, no entanto, as coisas começaram a mudar quando meus pais me apresentaram o Centro de Ajuda.

Eu achei as mensagens muito fortes. Nunca tinha ouvido ensinamentos tão impactantes em nenhum outro lugar. Fiquei entusiasmado e queria aprender mais e mais, então continuei participando. Pouco a pouco, comecei a ver mudanças em mim mesmo; parei de ter o desejo de assistir pornografia e minha mente ficou mais clara e forte.

Para mudar o estado da minha vida amorosa e a maneira como eu a via, também comecei a participar das reuniões da “Terapia do Amor” toda quinta-feira. Lá, aprendi que eu tinha que trabalhar em mim mesmo e no meu relacionamento com Deus antes de entrar em um relacionamento. Quando comecei a me aproximar de Deus, Ele começou a limpar meu coração e minha mente. Parei de guiar minha vida amorosa com minhas próprias mãos e coloquei Deus no controle. Eu confiei completamente n’Ele.

Uma coisa em particular que ouvi no Centro de Ajuda que teve um impacto duradouro em mim foi que eu devo ser persistente e sempre saber que Deus está comigo em tudo que faço. Embora fosse difícil mudar e deixar meus maus hábitos, aproveitei esta lição e me esforcei para permanecer persistente na jornada para uma mudança positiva. Eu não sabia se realmente seria capaz de seguir a Deus e Seus ensinamentos. Eu pensava que era muito difícil, mas ao ouvir e praticar a palavra de Deus, eu me tornei mais forte. Para qualquer outra pessoa que tenha passado pelo mesmo que eu em sua vida sentimental, eu diria que se você quer ter uma vida amorosa abençoada, você precisa primeiro ter um relacionamento abençoado com Deus. Priorize estar com Ele antes de entrar em um relacionamento, ou então você acabará levando muita bagagem para o relacionamento e tomará decisões erradas.

Hoje eu estou feliz e casado. Conheci minha esposa nas reuniões da “Terapia do Amor”, onde uma de suas amigas nos apresentou e, a partir daí, começamos a construir um relacionamento. Eu sabia que precisava mudar para ser um bom parceiro. Estava acostumado a estar solteiro e a lidar com as coisas sozinho, mas tive que trabalhar na comunicação com a minha esposa e envolvê-la em minha vida, além de ser aberto com ela. As reuniões da “Terapia do Amor” me ensinaram a ser mais aberto e melhorar a minha comunicação, e isso ajudou muito no nosso relacionamento.

O que me mantém em minha jornada agora é o respeito que tenho por Deus e o respeito que tenho por minha esposa.” Robert Harriott

Leave a Reply