22
Nov
2019

A grande decepção

Em algum momento você já se cansou de lutar pelo avanço da sua vida, porque algo lhe impedia? Quando isso acontece, nada parece dar certo e você sente que está andando em círculos. Você questiona se o problema está no mundo ou em si mesmo. Algumas pessoas até olham para o céu e culpam a Deus por tudo o que está acontecendo de errado.

Mas de quem é a culpa?

Enquanto muitas pessoas têm facilidade em acreditar em Deus, mesmo que seja para O culpar, elas não estão prontas para reconhecer a existência de uma força negativa. Escolhem acreditar apenas na existência da luz e não das trevas, e isso é uma decisão muito perigosa. Por quê? Pois você não consegue resistir a algo quando nem acredita que aquilo existe. Mas acreditando ou não, isso é algo que pode te dominar.

“E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.” (João 8:32)

A Bíblia fala sobre essa força negativa em muitas passagens, ao descrever situações em que até o próprio Senhor Jesus libertou as pessoas dela. Esses tipos de forças negativas estão por todo lado, mas muitos não sabem e acabam atribuindo seus imprevistos, lutas e problemas a outros fatores.

Pessoas têm sido enganadas por muitos anos, porque essas forças negativas gostam de se manter nas trevas. Quanto menos as pessoas sabem sobre elas, mais livremente podem agir.

“O ladrão não vem senão a roubar, a matar, e a destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância.” (João 10:10)

Quando conhecemos a verdade, estamos equipados com o conhecimento que nos liberta dessas forças negativas. Quando não conhecemos a verdade, somos escravos dessa mentira.

Se você deseja ver os resultados da sua fé e o cumprimento das promessas de Deus em sua vida, também é seu dever lutar contra as trevas. Isso se torna possível quando estamos cheios de luz. Essa luz vem por meio do preenchimento do próprio Deus, quando lemos Sua palavra, andamos como Ele andou, buscamos Sua presença e nos santificamos.

“Mas esta casta de demônios não se expulsa senão pela oração e pelo jejum.” (Mateus 17:21)

A melhor maneira de nos santificarmos é através da oração e do jejum. E o próprio Senhor Jesus afirma que, por meio dessas duas práticas, podemos afastar as forças negativas que são resistentes à fé. Quando jejuamos, nos separamos do mundo e nos aproximamos de Deus. Como consequência deste sacrifício, nossas orações ganham ainda mais força e podemos vencer todas as energias das trevas.

Leave a Reply