13
Jan
2021

Muitos são aqueles que usam a fé e tomam posse de coisas grandes, incluindo a salvação, mas ainda assim não conseguem manter a confiança, principalmente quando passam por provas e tribulações. A Bíblia nos ensina em Hebreus 10:35 que não devemos rejeitar a nossa confiança. Deus está nos dando esta ordem pois sabe que muitos fazem isso.

O que devemos fazer agora, mais do que nunca, uma vez que as coisas não têm acontecido como gostaríamos? Devemos confiar em Deus! Principalmente nos tempos atuais, em que temos sofrido perdas e visto pessoas morrendo inesperadamente (inclusive pessoas boas e até mesmo jovens). Devemos confiar mesmo em situações como esta. Se perdermos nossa confiança, não veremos a obra que Deus quer realizar em nossas vidas e através de nós. Se perdermos nossa confiança, não concluiremos nossa carreira.

Quando cremos em Deus, temos a confiança necessária para passarmos tanto por situações boas quanto por ruins. Devemos ter fé para tomar posse de coisas grandes, mas também devemos ter fé para perder. É disso que se trata a confiança, e confiar em Deus é uma decisão que temos que escolher tomar todos os dias.

Lembre-se, Deus é um estrategista. Ele pode fazer coisas que não entendemos, mas ainda assim, devemos confiar nEle. Ele permitiu que José se tornasse escravo e prisioneiro, mesmo sendo um homem sem pecado, mas no fim, o usou para salvar a nação (ver Gênesis 37-50). Ele também permitiu Daniel ser jogado na cova dos leões, mas a confiança de Daniel em Deus fez com que ele saísse ileso (ver Daniel capítulo 6).

A verdade é que as tribulações surgem para nos ensinar como confiar mais em Deus. Porém, também precisamos aprender com os exemplos do povo de Israel. Houve momentos em que eles não confiaram em Deus e, como resultado, não conquistaram Suas promessas. Mas Deus os guiou pelo deserto por uma razão. Ele decidiu que seria daquela maneira. Ele decide tudo, pois sabe de tudo! Ele não nos livrou dos problemas para morrermos no deserto.

“…Deus não os levou pelo caminho da terra dos filisteus, que estava mais perto; porque Deus disse: Para que porventura o povo não se arrependa, vendo a guerra, e volte ao Egito.” (Êxodo 13:17).

Deus sabia o que poderia acontecer se os tivesse deixado tomar a rota mais fácil. Por isso, devemos parar de perguntar “por quê”, pois Deus enxerga o futuro, e nós não. Ele sempre vê além, e é por isso que devemos ter cuidado com nossas murmurações. Deus não nos força a fazer nada, mas devemos estar cientes do fato de que há consequências quando escolhemos O desobedecer.

Não podemos nos comportar como o povo de Israel. Deus sempre os mostrou sinais de que era com eles, fornecendo o maná, por exemplo. Mas ainda assim, eles não entraram na Terra Prometida. Somente Josué e Calebe (ver Números 14:30). E por quê? Pois eles tinham um espírito diferente. Podemos escolher se vamos reclamar, murmurar, duvidar, etc. A escolha é sempre nossa.

Infelizmente, o maior pecado que a igreja tem cometido é a descrença. A descrença mostra falta de confiança, pois quando deixamos de crer mostramos que não confiamos no plano de Deus e em Seus caminhos, mesmo estando escrito que Seus caminhos são mais altos que os nossos (ver Isaías 55:8-9).

Para permanecermos na fé até o fim, independentemente das circunstâncias, devemos confiar em Deus. Ele sempre sabe o que é melhor para nós.

Leave a Reply