16
Nov
2020

“Depois destas coisas veio a palavra do SENHOR a Abrão em visão, dizendo: Não temas, Abrão, Eu sou o teu escudo, o teu grandíssimo galardão.” (Gênesis 15:1).

 Que grandioso! Entre todas as coisas que o Todo-Poderoso tinha a oferecer a Abrão, nada se comparava ao esplendor da Sua presença. Naquele momento, o nome de Abraão ainda não tinha sido mudado, mas Deus sabia o que havia em seu coração: ele não tinha filhos, era frustrado e preocupado. Porém, Deus lhe mostrou algo maior do que receber uma bênção. Ele tirou o foco da bênção e o colocou no Abençoador. Em outras palavras, Deus estava lhe dizendo: “Me receber é muito melhor do que receber um filho.”

Essa é a visão que Deus quer que cada um de nós tenhamos. Da mesma forma que Ele tirou Abraão de sua tenda, Ele quer nos ver saindo de nossas “tendas” e focando no que há de mais importante. Deus quer nos dar coisas grandes, mas maior do que qualquer bênção física é ter o Próprio Deus. Por isso, Ele enfatiza que é o nosso escudo, nosso grandíssimo galardão.

Como humanos, tendemos a acreditar que receber bênçãos resolverá todos os nossos problemas. Achamos que se nos casarmos, termos filhos, sermos promovidos no trabalho, etc, seremos felizes. De certo modo, essas coisas podem fazer uma pessoa feliz, mas apenas temporariamente. Muitos possuem bens materiais mas, ainda assim, são infelizes por dentro. A verdade é que apenas começamos a resolver nossos problemas e conquistar a verdadeira felicidade quando recebemos o Espírito Santo.

O Espírito Santo é o grandíssimo galardão e devemos nos esforçar ao máximo para O priorizarmos antes de qualquer outra coisa. Você pode estar se perguntando: “Mas e o resto das coisas?”

“Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a Sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.” (Mateus 6:33)

Essa é a orientação que nosso Senhor Jesus nos deixou, pois nada pode ser mais importante do que a salvação da nossa alma. E qual é a garantia da nossa salvação? O Espírito Santo!

Quando possuímos o Espírito Santo, qualquer coisa que “perdemos” não é uma perda, pois com o Espírito Santo temos tudo. Podemos até passar por imprevistos, momentos difíceis e provações, mas permanecemos firmes e, mais importante ainda, permanecemos em paz, pois temos a certeza de que Deus é conosco.

Talvez, até o presente momento, seu coração tenha desejado uma bênção, como o coração de Abraão desejava. “Então disse Abrão: Senhor DEUS, que me hás de dar, pois ando sem filhos, e o mordomo da minha casa é o damasceno Eliézer?” (Gênesis 15:2). Deus está reforçando a você o que Ele disse a Abraão: “Mantenha o foco em MIM.” Se você não possui o Espírito Santo, pergunte a Deus: “Senhor Deus, que me hás de dar, pois ando sem o Espírito Santo?” Por mais que muitos tentem se convencer do contrário, a realidade é que não há nenhuma bênção que Deus possa nos dar que seja maior do que Ele próprio.

É por isso que, para tomarmos posse do grandíssimo galardão, que é o Espírito Santo, devemos manter nosso coração em Deus e entregar nossa vida no Altar. Isso significa que devemos tirar o nosso coração das pessoas, posses, bens e tudo que seja mundano, e manter nosso coração nos bens celestiais: O Espírito Santo, a salvação e o Reino dos Céus. Quando temos isso, temos TUDO. Não arriscamos perdê-Lo, nem trocá-Lo por algo, pois entendemos Seu valor. Lembre-se, não há recompensa maior do que ter o Espírito Santo morando dentro de nós. É uma grande honra!

“Outrossim o reino dos céus é semelhante ao homem, negociante, que busca boas pérolas; e, encontrando uma pérola de grande valor, foi, vendeu tudo quanto tinha, e comprou-a.” (Mateus 13:45-46).

 

 

 

Leave a Reply