19
Oct
2020

“Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá fomes, e pestes, e terremotos, em vários lugares. Mas todas estas coisas são o princípio de dores.” (Mateus 24:7-8)

Se isso é só o princípio das dores, você já pensou no que ainda está por vir? Os sinais estão se tornando cada vez mais evidentes e o mundo cada vez mais caótico. Porém, chegará um ponto em que o Arrebatamento acontecerá e Jesus levará a Igreja, ou seja, aqueles que estão vivendo uma vida de obediência, afastando-se do mal e se esforçando para agradá-Lo. Esta é a justiça de Deus. Por isso, devemos lutar todos os dias para nos mantermos na “bolha da fé” e não sermos contaminados pelas coisas deste mundo que está em decadência. Pense nisso… Se em um mundo com o Espírito Santo as coisas estão difíceis, agora imagine viver neste mundo sem Ele? Será muito mais difícil ser salvo. É por isso que não podemos deixar ninguém nos distrair. Em vez de permitir que as pessoas nos afastem da presença de Deus, somos nós quem temos que puxá-las para a Arca e influenciá-los.

Hoje em dia, muitos são aqueles que se dizem cristãos, mas não praticam os princípios da Palavra de Deus. Não é suficiente apenas ir à igreja e ler a Bíblia. Os verdadeiros servos de Deus são aqueles que vigiam e sacrificam sua vontade diariamente.

“Então o reino dos céus será semelhante a dez virgens que, tomando as suas lâmpadas, saíram ao encontro do esposo. E cinco delas eram prudentes, e cinco loucas.” (Mateus 25:1-2) Em vista disso, devemos ser como as cinco virgens prudentes, que permaneceram vigilantes até que o Noivo viesse, ou sofreremos a dor insuportável da Grande Tribulação. (Veja Mateus 24:15-41)

Às vezes pensamos que ainda temos tempo, mas este não é o caso. A vinda de nosso Senhor Jesus está muito mais perto do que imaginamos e Deus não quer que sejamos uma das virgens loucas que não foram prudentes. E a realidade é que as virgens tolas conheciam a verdade, mas estavam relaxadas espiritualmente falando. É por isso que temos que estar alerta diariamente. Não podemos permitir que nossas “pálpebras espirituais” se fechem. Não importa há quanto tempo servimos a Deus, se “dormirmos”, tudo o que fizemos diante de Deus não terá valor.

Temos que estar cientes do fato de que uma das estratégias do diabo para garantir que não sejamos salvos é tentar fazer com que abriguemos iniquidade dentro de nós. A iniquidade tem a ver com algo interno; inveja, desejos lascivos, pensamentos, sentimentos, intenções distorcidas, julgar os outros pela aparência, etc. Se não nos esforçarmos para nos livrar da iniquidade, o diabo usará esses pensamentos para nos levar para o inferno com ele. Portanto, devemos examinar nossos corações todos os dias e ser humilde para reconhecer nossa verdadeira condição.

Como cristãos, também temos que pensar sobre o Arrebatamento todos os dias. Não pode ser um pensamento passageiro, mas devemos nos analisar e investir em nosso relacionamento com Deus para ver se realmente estamos na fé. Do contrário, devemos abandonar os pecados, arrepender-nos imediatamente e retornar ao nosso Salvador. Jesus quer levar cada um de nós com Ele, mas quando Ele vier, a pergunta é: Você será levado ou deixado para trás?

“Vigiai, pois, porque não sabeis a que hora há de vir o vosso Senhor.” (Mateus 24:42)

Leave a Reply