7
Jul
2020

Nosso Senhor Jesus é o único verdadeiro Deus e Salvador, e devemos sempre manter nossos olhos nEle. Porém, para podermos ter um verdadeiro relacionamento com Ele, temos que estar prontos para nos separar das coisas que não O agradam. Por essa razão, devemos nos analisar diariamente, tomando cuidado para não nos aproximarmos dEle de maneira indigna. É por isso que a Palavra de Deus afirma que “…qualquer que comer este pão, ou beber o cálice do Senhor indignamente, será culpado do corpo e do sangue do Senhor.” (1 Coríntios 11:27).

Deus nunca despreza aqueles que chegam até Ele com sinceridade e arrependimento. É fundamental entender que o verdadeiro Cristianismo não tem nada a ver com religião. A religião serve para manter tradições e isso não basta para conquistarmos a salvação. Como vimos acima, Jesus é o único Salvador. Ele é o Caminho, a Verdade e a Vida. Em outras palavras, Ele não apenas fala a verdade, mas é a personificação da Verdade. Ele não apenas nos dá vida, mas é a própria Fonte de Vida. Ele não é um caminho entre vários, mas sim o Único Caminho. Nenhum ser humano jamais seria capaz de ser considerado um salvador. E se não cortarmos nossos laços com esse mundo, tudo o que Jesus fez por nós seria em vão. Não adianta ser uma “boa pessoa” mas viver uma vida contrária à Palavra de Deus. A nossa salvação depende da nossa disposição para fazer a vontade de Deus, e Deus está buscando pessoas que estejam prontas para servi-Lo em Espírito e em verdade.

Nada pode separar de Deus aqueles que estão dispostos a sacrificar e obedecer Sua voz. “Quem nos separará do amor de Cristo? A tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o perigo, ou a espada?” (Romanos 8:35). Isso significa que, mesmo em meio a desafios e adversidades, a fé daqueles que estão dispostos a sacrificar e obedecer não será afetada. Pelo contrário, a fé dessas pessoas permanecerá intacta, permitindo que elas glorifiquem a Deus como testemunhos vivos neste mundo.

Leave a Reply